10 MANDAMENTOS - AP.JORGE TADEU


O Apóstolo pretende ajudar todas as pessoas a descobrir qual a origem dos problemas.

A questão que se coloca e vamos responder aqui é, “Por que razão muitos católicos e crentes clamam a Deus e Deus não responde?

A sociedade sofre porque não sabe a verdadeira origem dos problemas.

Em primeiro lugar temos de que entender que Deus não é o causador dos problemas.

Assim, ao longo das próximas semanas vamos através da Bíblia abordar os "10 Mandamentos" e ver quais as maiores causas dos problemas que atualmente afetam a sociedade.





O objetivo é ajudar a libertar o povo. Como? Conhecendo a “VERDADE” sobre os direitos e deveres estabelecidos na CRPConstituição da República Portuguesa para todos os órgãos de soberania da nossa Nação (Povo, Estado e Tribunais).

ARTIGO 3.º (Soberania e legalidade)


1. A soberania, una e indivisível, reside no povo, que a exerce segundo as formas previstas na Constituição.

2. O Estado subordina-se à Constituição e funda-se na legalidade democrática.

3. A validade das leis e dos demais atos do Estado, das regiões autónomas, do poder local e de quaisquer outras entidades públicas depende da sua conformidade com a Constituição.

Citação Constituição da República Portuguesa


Uma Nação organiza-se de forma semelhante a uma empresa, onde há três órgãos principais: Assembleia Geral, Conselho Administrativo e Conselho Fiscal.

Na Nação, a Assembleia Geral, os donos, é o povo que vota e define quem os representa no Conselho Administrativo (Governo e Parlamento).

O Conselho Administrativo é o Governo que administra riqueza, gere bens e pessoas, toma decisões sob controle e aprovação do Parlamento, sempre dentro dos limites da Constituição, com o propósito de beneficiar o povo.

O Conselho Fiscal são os Tribunais, cuja autoridade máxima são os Juízes, os quais são independentes do Estado e fiscalizam os atos do Conselho Administrativo, tendo o dever de proibir e punir todos os atos que lesam os direitos dos cidadãos de acordo com a Constituição.

ARTIGO 202.º (Função jurisdicional)

1. Os tribunais são os órgãos de soberania com competência para administrar a justiça em nome do povo.

2. Na administração da justiça incumbe aos tribunais assegurar a defesa dos direitos e interesses legalmente protegidos dos cidadãos, reprimir a violação da legalidade democrática e dirimir os conflitos de interesses públicos e privados.

Citação Constituição da República Portuguesa


Significa que os verdadeiros responsáveis pela corrupção, injustiças que o povo sofre são os Juízes, porque cabe garantir que isso não aconteça.

Ou seja, pretendemos mostrar que o problema da corrupção numa Nação não são os políticos, partidos corrompidos, mas sim os Tribunais e os Juízes que permitem que eles pratiquem atos de corrupção.







 
O seu nomeGILBERTO
Janeiro 06, 2017
EM CRISTO SOMOS MAIS QUE VENCEDORES!
Felizardo Francico
Dezembro 25, 2016
Quem tem ouvido para ouvir, ouça o que Espírito fala as Igreja pela boca do seu Ungido.
Deus nos ama e nos quer ajudar.
Victor Silveira
Dezembro 19, 2016
Olá Família!
Quem sabe falar, fale pelos mudos.
Tempo dos faraós escravizar o povo acabou!
Alcides
Dezembro 18, 2016
Grande Revelação... o Homem tem autoridade para falar. Deus com o Apóstolo Jorge Tadeu
Lurdes Gonçalves
Dezembro 17, 2016
Glória a Deus pregue tudo Apóstolo grande Profeta de Deus.
Deixe o seu comentário


 
 
 
 
Envie a um amigo para que ele também nos fique a conhecer...
Apóstolo Jorge Tadeu
 
Copyright © Maná Igreja Cristã - 2011 - Todos os direitos reservados - Proibida a cópia ...